2.2.1 Feitiços básicos - Material Aprovado - Tagmar
Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

Questão da Enquete : 2.2.1 Feitiços básicos (Enquete fechada)
Escolha Votos Estatísticas
Aprovado 4 100 %
Reprovado (precisa de melhorias) 0 0 %

7 Páginas «<4567>
Responder...
2.2.1 Feitiços básicos Opções
#151 Fábio_CM Enviado : 20/04/18 09:19
Alteração!

Seta de vácuo teve o nome alterado para Disparo de vácuo.
#152 Azurius Enviado : 20/04/18 10:08
Applause Applause Applause
Da uma revisada nos textos:
E ajusta as coisas pra ficar mais bacaninha e arrumado.

Poção da Restauração escreveu:

Como Está:
Poção de Restauração 1 - Permite criar uma Poção Menor de Cura, que restaura 3 de EF; ou uma Poção Energética, que restaura 9 de EH. Faz 1 poção.
Como Deve Ser:
Poção de Restauração 1: Permite criar uma Poção Menor de Cura, que restaura 3 de EF; ou uma Poção Energética, que restaura 9 de EH.


Nessa mesma poção tem um obs largado no fim dela e ele deveria estar antes dos níveis funcionais e devidamente destacado.

Citação:

Como ele pode ficar
Obs.: Poções que tenham em seus ingredientes mais de um dos efeitos citados devem receber o nome de Poção da Restauração ou um nome a escolha do feiticeiro.


A lista básica no verbete está fora de ordem alfabética, da uma ajustadinha nela tbm.

Leia o resto do texto...
http://geradormemes.com/media/created/28s6uk.jpg

#153 DiegoA Enviado : 20/04/18 16:25
Novamente, volto aqui para pedir q os colegas leiam as magias ja criadas.
Rapidamente percebi q a magia q criaram chamada Atravessar Objetos já existe na listagem de magias perdidas, lá se chama Intangibilidade.

Para se criar coisas novas, presumo q leiam antes o que já foi criado (livro de magias e livro de magias perdidas).

Força!!
#154 samuel.azevedo Enviado : 20/04/18 16:32
Diego, se você prestar atenção, eu sugeri o efeito de atravessar parede (sem nome de magia). Azurius avisou que havia a magia perdida. Ta tudo a partir do post #32. Mas Fabio achou o efeito inadequado para o feiticeiro e fez Atravessar Objetos, ele argumentou e nos convenceu. Caso você leia e compare, os 2 deixam a pessoa em forma espectral, mas funcionam de forma bem diferente. Esta daqui é mais limitada na largura atravessada, mas permite subir escadas; e a sua não tem esse limite e não permite subir escadas.

Abraço
#155 Fábio_CM Enviado : 20/04/18 16:33
Diego, veja as postagens #52 e #53. Para mais detalhes, também há considerações a respeito de Intangibilidade na postagem #61.
#156 DiegoA Enviado : 20/04/18 16:33
Gostei da ideia da magia Enlaçar, mas pelo nome me lembrou a magia corrente dos sacerdotes. Aí ao ler a definição muito bom que são totalmente diferentes. Só não gostei do nome pois da outra idéia, como sugestão que tal: Laço Limitador, ou, Limitador translúcido, ou, Laço Translúcido
#157 DiegoA Enviado : 20/04/18 16:46
Citação:
Diego, veja as postagens #52 e #53. Para mais detalhes, também há considerações a respeito de Intangibilidade na postagem #61.


Obrigado pelo informe. A diferença entre as duas magias é muito pequena, na verdade intangibilidade chega a ser melhor descrita pois certamente jogador irá argumentar algum benefício em batalhas ao utilizar a magia atravessar objetos. Na descricao de intangibilidade pensamos nisso. Que tal refazer Intangibilidade incluindo algumas informações dessa magia. Vamos simplificar um pouco as coisas, são magias aparentemente idênticas. Seria salutar para o sistema uma enxugada de definições e de magias q fazem a mesma ou quase a mesma coisa. Por isso que há níveis de magia!! Para diferenciar efeitos dentro de uma mesma magia.
#158 Fábio_CM Enviado : 20/04/18 17:32
Não sei... Intangibilidade é bem mais poderosa, mas tem um uso um pouco diferente.

1. Ela permite o uso em combate.
2. Ela tem duração longa (veja que atravessar objetos é instantânea. Uma vez que o feiticeiro terminou seu movimento, a magia está encerrada).
3. Ela permite afetar outras pessoas além do usuário.

Se fôssemos colocar em ordem de poder, teríamos Atravessar paredes > Intangibilidade > Forma Espectral.

Como ficaria uma reconstrução de Intangibilidade?
#159 DiegoA Enviado : 20/04/18 19:41
Até amanhã eu postarei uma proposta. Primeiramente vou analisar melhor tudo.
#160 DiegoA Enviado : 22/04/18 17:56
FÁBIO, conclui a tarefa que tinha me comprometido. Alterei bastante coisa para unificar o conceito das magias INTANGIBILIDADE e ATRAVESSAR OBJETOS. Com isso, a primeira magia absorveu a segunda. Na verdade, ao analisar a magia Ancestral chamada FORMA ESPECTRAL verifiquei que a magia perdida INTANGIBILIDADE era infinitamente melhor. Diante dessa constatação, também absorvi na definição de INTANGIBILIDADE conteúdos da forma ESPECTRAL, e refiz uma magia mais poderosa em seu lugar que renomeei de DIMENSÃO INTANGÍVEL.

Citação:
Intangibilidade
Evocação: 1 rodada
Alcance: Toque
Duração: Variável
Resistência à Magia: Não / Sim (resistência apenas se o alvo não desejar ser encantado)
A criatura encantada por esta magia assumirá a forma imaterial intangível (espectro translúcido). No entanto, através de rolamentos na habilidade Observar (Difícil) será possível enxergá-lo. Somente as criaturas que naturalmente possuam aura poderão ser encantadas por esta magia, ou seja, criaturas animadas magicamente, como golens, esqueletos ou zumbis, não poderão ser encantadas. Nos efeitos mais baixos desta magia, não será possível atravessar criaturas, mas através de uma concentração específica, será possível atravessar objetos e obstáculos, não mágicos. Já, nos níveis mais altos, o encantado será capaz não só de atravessar objetos e obstáculos, não mágicos, como também, será capaz de atravessar criaturas, desde que não mágicas, além de conseguir atacar e se defender com armas mágicas ou evocando magias (de ataque ou de resistência), que não sofrerão penalidades em nenhum de seus níveis. Ressalte-se que os efeitos da tabela de crítico também não serão aplicados contra o ser que estiver na forma intangível.
Os efeitos comuns, em todos os níveis, são:
• O encantado conseguirá transpor objetos, logo, não poderá tocá-los enquanto estiver intangível;
•Ao atravessar um obstáculo com mais de 5 metros de distância, o encantado sentirá uma intensa sensação de fadiga e de desorientação, onde ao final da transposição do corpo sólido, perderá uma rodada para recompor sua orientação mental;
• Os objetos que já estiverem sob sua posse (vestindo, carregando, ou, que possua algum contato físico), também se tornarão intangíveis, mas quando largados assumirão novamente a sua materialidade, não podendo ser recuperados enquanto o indivíduo estiver sob influência deste encanto;
•Enquanto durar os efeitos desta magia, a criatura imaterial intangível não estará atrelada aos efeitos físicos ou necessidades fisiológicas naturais de todos seres vivos (ex: fome; sede; sono; vontade de defecar; respirar; doenças e etc);
• Durante os efeitos desta magia, o encantado não poderá receber ataques físicos com a utilização de armas normais, entretanto, poderá ser atingido por armas mágicas ou por qualquer outra fonte mágica, tais como magias (de ataque ou de resistência); Assim, o encantado será totalmente imune a ataques de origem não mágica, que não surtirão efeito;
• Sua movimentação vertical será livre em até 3 metros do mesmo plano horizontal que estiver, ou seja, o encantado conseguirá atravessar um fosso, caminhando por cima deste, ou, conseguirá subir uma escada que não supere a 3 metros de altura, pois, na verdade, ele não se utilizará dos degraus para subir a escada, e sim, transpassará os mesmos através de um voo baixo;
• Caso acabe o efeito da magia, durante a travessia de um corpo sólido, ele será automaticamente expelido para fora da matéria, antes de poder realizar qualquer ação, para um local mais próximo de onde estiver, causando-lhe 10 pontos de dano em sua EF. Agora, caso esteja flutuando, cairá ou afundará, e o dano seguirá o que dispõe a tabela de quedas.

Os efeitos específicos, em decorrência de cada nível da magia, são:

• Intangibilidade 1: Neste nível a criatura encantada se concentra, por uma rodada, para atravessar algum objeto ou obstáculo específico, sem aura, mais simplórios, tais como tecidos, vidros e madeira (ex: lona de barraca, porta de madeira, e, similares), isso, desde que o objeto em questão não seja mágico; Enquanto ele estiver imaterial, não poderá realizar ataques físicos, e, finalizada a transposição do corpo sólido desejado, que não supere a 1 rodada (15 segundos), será automaticamente quebrado o encanto, voltando a assumir o seu estado material normal.

• Intangibilidade 3: Neste nível a criatura encantada se concentra, por uma rodada, para atravessar algum objeto ou obstáculo específico, sem aura, que seja mais espesso que o nível anterior, tais como pedra e metal (ex: grades de uma prisão, paredes de pedra, e, similares), isso, desde que o objeto em questão não seja mágico; Enquanto ele estiver imaterial, não poderá realizar ataques físicos, e, finalizada a transposição do corpo sólido desejado, que não supere a 3 rodadas (45 segundos), será automaticamente quebrado o encanto, voltando a assumir o seu estado material normal.

• Intangibilidade 5: Idem aos efeitos anteriores, sendo que já seria possível a transposição de criaturas, desde que não mágicos. Neste nível o encantado também conseguirá atacar alvos através da utilização de armas mágicas, ou, evocação de magias (de ataque ou de resistência). A duração é de 5 rodadas.

• Intangibilidade 7: Idem aos efeitos anteriores, mas a duração é de 10 rodadas.

• Intangibilidade 9: Idem aos efeitos anteriores, tornando imateriais o evocador e outras três criaturas, a sua escolha, observando-se que o alcance da magia (toque), com isso, o evocador, logicamente, será o último a assumir a forma imaterial. A duração do encanto é de 5 rodadas.

• Intangibilidade 10: Idem aos efeitos anteriores, tornando imateriais o evocador e outras cinco criaturas, a sua escolha, observando-se que o alcance da magia (toque), com isso, o evocador, logicamente, será o último a assumir a forma imaterial. A duração do encanto é de 10 rodadas.


Citação:
Dimensão Intangível (ANCESTRAL)
Evocação: 5 rodadas
Alcance: Variável
Duração: Variável
Resistência à Magia: Sim
Requisito: Intangibilidade 10; Transformação 10 e Manipulação de Luz 10
Estágio Recomendado: 14
Esta poderosa magia Ancestral, possui efeitos extremamente superiores a magia Intangibilidade. Com ela o evocador conseguirá desmaterializar não apenas o seu corpo, como também uma infinidade de objetos (mágicos ou não) e criaturas (desde que não criadas magicamente), dentro de uma extensão de área delimitada pelo nível da magia, por determinado prazo de tempo, criando uma área imaterial, semelhante a uma segunda dimensão, paralela ao mundo real.
Todos os alvos vivos que estiverem no alcance desta magia, e que permitirem ser encantados, assumirão a forma imaterial, podendo atravessar qualquer obstáculo, que possua aura ou não, tais como seres vivos, vivendo em um mundo paralelo ao real (material), em que não se sente fome, sede, sono, cansaço e necessidades fisiológicas; Mas nada impede que novas criaturas vivam paralelamente no mundo real (material), em convívio com a dimensão intangível (imaterial), mesmo desconhecendo essa existência. Eventuais construções posteriores no mundo real (material), tal como casas, paredes, portas, objetos e etc não influenciarão na dimensão imaterial, que possuirá independência do mundo real (material).
Nos níveis mais fracos desta magia, as criaturas encantadas não poderão interagir da dimensão imaterial para a dimensão material, entretanto, nos níveis mais avançados, conseguirão interferir no cotidiano material de modo que não serão descobertos (Ex: fechar uma porta; alterar o resultado em jogos, ao influenciar o rolamento dados; modificar a trajetória de uma flecha; fazer alguém tropeçar, assombrar pessoas, ou mesmo, interferir em obras maiores, tal como no reinado de um rei, descobrir segredos, espionar e sabotar um reino e etc).
Nenhum ser que não possua aura mágica, conseguirá visualizar e identificar essa dimensão imaterial paralela ao mundo real, exceto com evocação da magia detecção de magia conjugada com o rolamento da habilidade Observar (difícil).
Ao sair da área de delimitação e alcance desta magia, as criaturas anteriormente encantadas se materializarão no mundo real. Entretanto, ao adentrarem novamente nesta área, respeitando-se o prazo de duração da magia, automaticamente retomarão o formato imaterial intangível. Mas caso a criatura encantada queira retornar na área delimitada desta magia no formato material, deverá se concentrar por 3 rodadas, o que ocorrerá da mesma forma para retornar ao mundo imaterial.
Há uma lenda em que um poderoso mago teria sumido com toda uma vila num único estalar dos dedos. Todas as construções haviam desaparecido em questão de minutos. Trinta anos depois, a vila havia sido reconstruída, mas coisas esquisitas sempre aconteceram com frequência (ex: sussurros eram ouvidos a noite; as pessoa conviviam rodeadas por mistérios inexplicáveis; sacerdotes sempre estiveram no local para descobrir o que ocorria no vilarejo, mas ninguém tinha uma resposta para os fenômenos sobrenaturais). Parece que estes moradores nunca estiveram sozinhos naquele local. Ainda assim, o vilarejo prosperou nas mãos de milicianos que prometeram trazer segurança ao local.

OBS 1: Ao término do prazo de duração da magia, e, não houver renovação dos efeitos mágicos, as construções anteriormente imaterializadas se esvaecerão em uma tempestade de areia sobre o local encantado, e, os seres que estiverem imaterializados, e se recusarem a abandonar a forma imaterial, terão o mesmo destino.

OBS 2: Esta magia não conseguirá ser evocada em área que já houver sido encantada pela Magia Ancestral INTERDIÇÃO DIMENCIONAL.

• Dimensão Intangível 11: Torna imaterial o evocador e tudo aquilo que estiver em uma área de 100 metros quadrados. A duração do encanto é de 5 anos.

• Dimensão Intangível 13: Torna imaterial o evocador e tudo aquilo que estiver em uma área de 300 metros quadrados. A duração do encanto é de 10 anos.

• Dimensão Intangível 15: Torna imaterial o evocador e tudo aquilo que estiver em uma área de 500 metros quadrados. A duração do encanto é de 20 anos. Os seres imateriais encantados por esta magia conseguirão interagir no mundo real sem serem percebidos. A força de interação sofrerá penalidade de -5 na tabela de resolução. Entretanto, não conseguirá interferir de maneira agressiva na dimensão real (material), tal como atacar e lançar magias.

• Dimensão Intangível 17: Torna imaterial o evocador e tudo aquilo que estiver em uma área de 1 quilômetro quadrado. A duração do encanto é de 40 anos. Os seres imateriais encantados por esta magia conseguirão interagir no mundo real sem serem percebidos. A força de interação sofrerá penalidade de -3 na tabela de resolução. Entretanto, não conseguirá interferir de maneira agressiva na dimensão real (material), tal como atacar e lançar magias.

• Dimensão Intangível 20: Torna imaterial o evocador e tudo aquilo que estiver em uma área de 3 quilômetros quadrados. A duração do encanto é de 60 anos. Os seres imateriais encantados por esta magia conseguirão interagir no mundo real sem serem percebidos.A força de interação sofrerá penalidade de -1 na tabela de resolução. Entretanto, não conseguirá interferir de maneira agressiva na dimensão real (material), tal como atacar e lançar magias.

#161 Fábio_CM Enviado : 22/04/18 23:50
Diego, sua mescla deixou Intangibilidade melhor e mais coerente, assim como Forma Espectral. No entanto, não tenho certeza se ela se encaixa no perfil do feiticeiro que está sendo criado. Ela me parece uma magia muito ostentosa, mais com perfil para o mago. Talvez ela possa ser tornada um pouco mais sutil...

Vamos aguardar a opinião de mais alguns membros aqui do grupo antes de fazermos qualquer alteração.
#162 DiegoA Enviado : 23/04/18 00:21
Obrigado pelas considerações FABIO. Realmente as definições de ambas as magias ficaram completas. Pensei em todas ou quase todas as dúvidas que surgiriam, motivo da grande definição que se tornou as magias. Na verdade não estou preocupado se elas integrarão esta listagem de magias dos feiticeiros, o que me preocupa é a coerência e o convívio harmônico entre as magias que são criadas no sistema. Realmente essas três magias precisavam receber uma atenção especial, pois todas falavam sobre efeitos similares que misturavam ideias iguais e ao mesmo tempo diferentes, havendo pontos que se contradiziam. Inclusive a magia Ancestral não abordava questionamentos que foram solucionados na nova definição da magia INTANGIBILIDADE. Peço que mesmo que não seja aproveitada aqui, nesta listagem dos feiticeiros, que ambas sejam integradas na nova edição das magias Perdidas e Ancestrais. Nosso trabalho é realmente de formiguinha. Consertando as coisas aos poucos, mesmo que em momentos não muito oportunos. Uma hora isso deveria acontecer. Que bom que em 2(dois) dias, dei uma solução viável para a questão. No aguardo dos debates pelos colegas. Forte Abço!!!
#163 Azurius Enviado : 23/04/18 01:19
Realmente como o Fábio disse, talvez essa magia não se encaixe nos moldes do feiticeiro, mas já em um mago.
Adorei sua ideia. foi genial brother, vou mudar uma coisinha ou outra e acertar uns pequenos detalhes no texto.

Applause Applause Applause
#164 Fábio_CM Enviado : 23/04/18 22:24
Pessoal, precisamos de mais algumas opiniões a respeito das últimas postagens deste tópico. Estamos apenas por este impasse para iniciarmos as votações.
#165 Rywv Enviado : 23/04/18 22:40
Não vejo problema em colocar ela no feiticeiro mas ela do jeito que ta é mto poderosa pra qualquer místico que seja.

Intangibilidade
"No entanto, através de rolamentos na habilidade Observar (Difícil) será possível enxergá-lo"
Pode não parecer mais aumenta mto o poder da magia, junto com um ações furtivas da pra ficar quase invisível. Removeria isso.
Obs.: Observar ja não existe.

Enquanto durar os efeitos desta magia, a criatura imaterial intangível não estará atrelada aos efeitos físicos ou necessidades fisiológicas naturais de todos seres vivos (ex: fome; sede; sono; vontade de defecar; respirar; doenças e etc);
Desnecessário na magia, além de aumentar o poder dela. Removeria isso.

Multiplos alvos deixa essa magia hiper mega over power, deveria pegar em um unico alvo aumentando sua duração com os níveis.



A morte é uma amante paciente e indispensável, pois ñ importa o que aconteça ela terá sua vez e não tem pressa quanto a isso, mas quando o momento chega ela lhe acolhe em seus braços de tal forma que vc nunca será capaz de deixá-la.
Gar,"O Louco"
#166 DiegoA Enviado : 24/04/18 01:27
Agradeço a atenção quanto a matéria e também o elogio. Façam as modificações que acharem pertinentes. Com relação:

Citação:
Enquanto durar os efeitos desta magia, a criatura imaterial intangível não estará atrelada aos efeitos físicos ou necessidades fisiológicas naturais de todos seres vivos (ex: fome; sede; sono; vontade de defecar; respirar; doenças e etc);
Desnecessário na


Isso foi colocado para ser coerente com a imaterialidade. Como algo imaterial teria fome de algo material; como iria respirar se não possui órgãos material ( pulmão), ou, como o encantado poderia respirar dentro de um bloco de pedra; como ele iria defecar algo material se ele está imaterial; So achei q isso traria coerência a magia.

A minha proposta foi essa, acho q era a melhor versão que eu poderia fazer, mas podem alterar o que acharem melhor.

Forte abco rapaziada. Tmj. Vlw
#167 Azurius Enviado : 24/04/18 06:11
Vendo o apelo pra uma magia desse tipo e aproveitando as sugestões do amigo Diego, deixou aqui o link para a magia revisada.

http://www.tagmar.com.br/wiki/Default.aspx?PageName=Forma+Et%c3%a9rea
#168 Rywv Enviado : 24/04/18 08:32
Citação:
Isso foi colocado para ser coerente com a imaterialidade. Como algo imaterial teria fome de algo material; como iria respirar se não possui órgãos material ( pulmão), ou, como o encantado poderia respirar dentro de um bloco de pedra; como ele iria defecar algo material se ele está imaterial; So achei q isso traria coerência a magia.

A minha proposta foi essa, acho q era a melhor versão que eu poderia fazer, mas podem alterar o que acharem melhor.

A questão é que a magia seria usada para evitar esses problemas em vez de ser usada para oque realmente foi criada.
O cara foi envenenado ou seriamente ferido, mete uma intangibilidade com qualquer magia que aumente duração ou até mesmo só ficar lançando continuamente para pausar o problema até que se tenha uma solução.
Isso acabaria com a essência da magia.
A morte é uma amante paciente e indispensável, pois ñ importa o que aconteça ela terá sua vez e não tem pressa quanto a isso, mas quando o momento chega ela lhe acolhe em seus braços de tal forma que vc nunca será capaz de deixá-la.
Gar,"O Louco"
#169 Azurius Enviado : 24/04/18 08:45
#170 DiegoA Enviado : 24/04/18 11:03
Citação:
A questão é que a magia seria usada para evitar esses problemas em vez de ser usada para oque realmente foi criada.
O cara foi envenenado ou seriamente ferido, mete uma intangibilidade com qualquer magia que aumente duração ou até mesmo só ficar lançando continuamente para pausar o problema até que se tenha uma solução.
Isso acabaria com a essência da magia.


Muito simples resolver, bastando complementar dizendo que as mesmas condições físicas materiais, anteriores a imaterialização, retornariam após a retomada da materialização. A magia apenas SUSPENDERÁ, e não INTERROMPERÁ, os efeitos fisiológicos anteriores.

Com relação o mago evocar varias vezes a magia no nivel maximo (ou nível que propicie maior duração) para suspender o efeito da magia, note que ele terá algumas limitações de sistema, tais como quantidade de pontos de karma e duração da magia.

Ex: mago com 49 pontos de karma, lance 7 vezes a magia no nivel 7, duração 10 rodadas. Cálculo do tempo maximo será :
7 evocações com 10 rodadas (2min e 15 seg) = 7 x 2min e 15 seg = DURAÇÃO MÁXIMA DE 15 minutos e 45 segundos.

Acho muito pouco para ele tentar ficar utilizando desse artificio. Melhor seria ficar lançando transporte dimencional até um local que pudesse curá-lo. Outra coisa do que me diria do sacerdote que efetuar inúmeras curas, sem limitação, acho isso normal, o jogador usando de seus poderes da melhor forma que lhe beneficie.


abços
#171 DiegoA Enviado : 24/04/18 11:47
analisando as alterações na magia, verifiquei que deram uma limpada no texto. Particularmente, gosto das coisa muito bem explicadas e com exemplos, mas não ficou ruim. Ficou mais limpo o texto. Ocorre que constatei uma contradição na alteração que fizeram. Inicialmente a ideia era que o ser imaterial não poderia interagir com coisas materiais, só poderiam interagir com coisas magicas. Tanto é que só conseguiriam atacar e sofrer dado atraves de armas magicas e magias. Isso foi alterado. Eu prefiro a primeira ideia, mas tudo bem se passar a nova.

Devido a esta alteração verifiquei a seguinte contradição:

- O usuário deste encanto consegue interagir com objetos sem aura e pode transpô-los.
- Ao tentar transpassar alvo que tenha uma espessura maior que o nível que o evocador possui, este não conseguirá e perderá a rodada.
- Os objetos que que estiver portando no momento em que o encanto torna-se vigente se transformarão juntamente com você, entretanto, ao largar qualquer um desses objetos, estes se tornarão materiais novamente e você não mais poderá interagir com eles.


Se o individuo passou a conseguir a interagir com objetos sem aura (objetos, armas e etc) logo, poderá pega uma arma que esteja no chão de batalha para atacar um oponente. Mas o outro item diz exatamente o contrário.

Prefiro a regra anterior, a alteração trouxe incoerência para a magia. A ideia era que nada que fosse material (NÃO MÁGICO) pudesse interagir com ele. Mas deixo nas mãos da maioria resolver, terão que reformular mais coisas.


OUTRA COISA:

Então como ficamos? Esta magia FORMA ETERIA (antiga INTANGIBILIDADE), presumo que absorveu ATRAVESSAR OBJETOS e também a FORMA ESPECTRAL (ANCESTRAL) que eu tinha renomeado para DIMENSÃO INTANGÍVEL. Resolvam paralelamente a oficialização da DIMENSÃO INTANGÍVEL(ANCESTRAL). Presumo que devido a alteração da nome da primeira para FORMA ETERIA (ANTIGA INTANGIBILIDADE), logicamente a segunda passará a se chamar DIMENSÃO ETEREA??? Verifiquem com alguém da ambientação se é possível a utilização desta terminologia, não estou muito por dentro da Cosmologia de TAGMAR.

ABços
#172 DiegoA Enviado : 24/04/18 12:31
Galera, em outra magia q verifiquei na listagem no inicio do topico que SUFOCAR já existe no sistema, eu mesmo criei esta magia e a chamei de APONTAR SUFOCANTE como magia perdida. Verifiquei q estão copiando e colando aqui as magias de lá, até aí nada contra, mas então copiem a magia exatamente, integralmente, como está lá!!! Vão cair no mesmo erro que aconteceu com INTANGIBILIDADE, que estamos tendo o trabalho para reformular(juntar) ambas as magias numa só. Se nao gostaram da magia APONTAR SUFOCANTE como está redigida que abram um tópico de revisão a ela, e não criem uma nova magia parecida a ela. Isso causa mais trabalho depois, tal como estamos tendo agora!!!!! EU VOU SER CHATO NOVAMENTE PARA REPETIR: ANTES DE CRIAR ALGO NOVO, OLHEM AS MAGIAS JÁ CRIADAS PARA NAO REPETIREM NA CRIAÇÃO!

abcos
#173 Azurius Enviado : 24/04/18 13:34
Eu errei na hora de digitar, era pra dizer que não pode.
Vou alterar assim que estiver em casa. Obrigado.
#174 Fábio_CM Enviado : 27/04/18 10:33
Alterações!

Algumas considerações sobre as últimas postagens:

1. Alterei do meu modo a sugestão dada para Intangibilidade. De certa forma, ela acabou ficando menos poderosa do que estava, mas ainda muito mais do que era Atravessar Objetos.

2. Embora o Diego tenha comentado em convívio harmônico entre as magias da lista perdida, que é importante, o objetivo desta tarefa é criar um convívio harmônico entre as magias do feiticeiro, deixando-o coerente e dentro do que esperamos para ele.

3. Estamos dividindo as magias em tipos para facilitar a visualização dessa harmonia dentro da profissão. Por isso, o nome do feitiço é secundário. Atravessar Objetos possuía o objetivo de Atravessar Objetos. Intangibilidade é muito mais ampla, uma vez que pode ser utilizada em combate. Mesmo assim, ela está dentro do escopo do que se espera da magia e, por isso, foi aceita.

4. Apontar sufocante e Sufocar guardam apenas o nome como semelhança. A primeira é uma magia de dano e que incapacita um ou dois alvos, enquanto a segunda é uma magia para aplicar penalidade em muitos alvos simultaneamente, garantindo vantagem em combate. Você se apegou, mais uma vez, única e somente ao nome.

5. Se você quer exclusividade do termo Sufocar, podemos alterar o nome da magia com pequenas mudanças na sua descrição, já que seu efeito sufocante é secundário. Uma sugestão seria usar Alienar, Aleijar, Impactar, Pressionar, ou algum outro nome composto.

6. Se uma magia perdida é importada do livro, ela vem idêntica. A própria alteração de Intangibilidade ainda não está certo se poderá ser realizado.
#175 samuel.azevedo Enviado : 27/04/18 10:36
Para descontrair...

Será que nossos feiticeiros poderão animar objetos assim:



LOL
#176 samuel.azevedo Enviado : 27/04/18 22:43
Boa noite,

Sobre a magia Conjuração:
Citação:
Para isso, ele precisa ser bem sucedido em um teste de habilidade com dificuldade atribuída pelo mestre, que deve julgá-la de acordo com a complexidade ou detalhe exigido na conjuração.


Discordo que seja um teste de habilidade, ele não fabrica o objeto, ele o imagina e faz surgir. Então sugiro trocar o teste de habilidade por um teste de intelecto com a dificuldade aumentando conforme o nível de detalhe ou de complexidade do objeto.

Abraços
#177 DiegoA Enviado : 28/04/18 01:16
Citação:
Será que nossos feiticeiros poderão animar objetos assim:


Caramba, está foi a primeira magia q fiz no livro de magias perdidas. Depois q fiz essa ENCANTAR OBJETOS (MAGIA PERDIDA) que tomei gosto pela criação e comecei a fazer muitas outras. Consta lá. Abcos
#178 Fábio_CM Enviado : 28/04/18 20:44
samuel.azevedo escreveu:
Discordo que seja um teste de habilidade, ele não fabrica o objeto, ele o imagina e faz surgir. Então sugiro trocar o teste de habilidade por um teste de intelecto com a dificuldade aumentando conforme o nível de detalhe ou de complexidade do objeto.

A ideia é que para conjurar um objeto, o feiticeiro precisa saber como fazer as parte muito específicas. Por exemplo, ao tentar fazer uma espada com um brasão real, um leigo muito provavelmente não daria atenção a detalhes importantes (ele lembraria mais do símbolo do que dos detalhes comuns), logo, é preciso um teste.

Se você acha que isso é um exagero, posso remover a limitação, mas isso vai aumentar o poder da magia. Não acho que um teste de atributo seja adequado, porque um personagem terá a mesma chance de conseguir um resultado independente do que quer conjurar.
#179 samuel.azevedo Enviado : 28/04/18 21:48
Eu prefiro que mais alguém opine.
#180 Rywv Enviado : 28/04/18 22:25
Acho que deveria ser um teste no total da magia, pq vai depender de qual forte a magia dele é pra criar um objeto idêntico.
Um coisa que me veio a mente é que o nome poderia ser conjurar objeto, visto que é exatamente isso que ela faz.
A morte é uma amante paciente e indispensável, pois ñ importa o que aconteça ela terá sua vez e não tem pressa quanto a isso, mas quando o momento chega ela lhe acolhe em seus braços de tal forma que vc nunca será capaz de deixá-la.
Gar,"O Louco"
Usuários visualizando este tópico
Guest (2)
7 Páginas «<4567>
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.