A Origem das Raças
Discutir Histórico Ver Versão Atual Editar Pesquisar
A Origem das Raças

No início do segundo ciclo, quando os deuses estavam prestes a terminar a criação discutiram.

- Tudo isso, e só para o conhecimento de nossos olhos? - Perguntou Palier.

- Podemos deixar os dragões que foram fiéis a nós como guardiões da criação. Mas concordo com meu esposo, quem irá apreciar a criação tanto quanto nós? - Arguiu Maira.

- Podemos enviar nossos servos. - Aponta Blator para alguns enviados que assistiam ao longe. - Eles podem apreciar e guardar a criação. São bons guerreiros.

...

E assim, todos os deuses começaram a discutir sobre como fariam para colocar seres inteligentes no mundo. No final, decidiram que criariam pessoas inteligentes para habitar no mundo. Mas Cruine colocou uma condição "Que o tempo deles na criação seja limitado, para que valorizem mais aquilo que criamos e a vida que oferecemos, mas depois retornem para nós".

Palier começou a moldar os elfos, inspirado na beleza de Maira e disse: "Façamos deles seres belos e altivos como nós, para que entendam como nós as belezas da criação, e assim sejam chamados de Elfos." Ela se deleitou com o que o esposo fazia, e abençoou aquele povo exclamando "Que sejam longevos!" e os dois deuses os colocaram na mais bela floresta.

Selimom admirou o trabalho e os abençoou "Que seus anos sejam longos e pacíficos."


Palier e Maira tentavam chegar a um consenso se eles teriam poderes criadores eles mesmos, ou se guardariam a criação. Então Cambu sugeriu "Que sejam de tipos diferentes, alguns terão poderes que alterarão a criação; outros terão uma afinidade protetora para a criação." Palier e Maira assentiram e dividiram os primeiros elfos. Ele pegou sua parte e disse: "Que estes tenham o dom do conhecimento e da magia." Maira pegou a outra parte e disse "Que estes tenham comunhão com a natureza e a preservem".

Os primeiros elfos entravam no mundo, mas Blator não estava satisfeito e interveio "Este povo é muito frágil! Farei um povo forte e resistente para muitas batalhas." Então ele moldou e criou os anões, e para que eles prosperassem longe dos elfos os colocou no fundo de uma caverna aquecida por um vulcão. Crisagom interveio os abençoando "Se vão viver nas profundezas, é justo que saibam se defender também na escuridão". Então deu aos anões o dom de ver no escuro. Mas Crezir exclamou "Um povo tão aguerrido deve ter muito sangue para lutar!". E os anões se tornaram ainda mais robustos e saudáveis.

Então, Parom, em um ato de rebeldia contra seus pais resolveu abençoar a criação de Blator com um dom: "Que sejam habilidosos artesãos e construtores."

Então os deuses se desataram a criar raças e moldá-las as suas vontades. Muitas eram sobremodo poderosas ou bizarras, e foram vetadas pelos deuses. Até que surgiram Humanos e Pequeninos.

Ao ver os resultado da raça dos pequeninos, Lena e Plandis riram. Então a deusa do amor e da perfeição disse "Que tenham prazer na vida, seja no trabalho, seja comendo, bebendo ou amando." E Plandis abençoou "E que se divirtam como nós, que sejam criativos e irreverentes". Os dois riram e disseram em uníssono "Que sejam para sempre assim, Pequeninos!"

Já Ganis, Sevides e seus filhos Líris e Quíris resolveram abençoar os humanos: "Que se multipliquem e se espalhem!" ; "Que tirem da terra tudo o que precisam para seu sustento" ; "Que cresçam rápido e com vigor."; "Que sejam prósperos!".

No final, todos os deuses abençoaram as raças escolhidas e seus criadores as colocaram no mundo. Por causa dessa bênção, as primeiras pessoas de cada raça eram muito mais longevas e saudáveis do que as atuais. Com o tempo e as gerações surgiram doenças que enfraqueceram todas as raças.

Extrato do Livro de Maudi, do capítulo "A Origem das Raças" ou "Da Criação das Pessoas".
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.