Ira Divina (revisão)
Ver Discussão (36) Histórico Ver Ultima Mudança Editar Pesquisar
Ira Divina (revisão)

VERSÃO MODIFICADA 0.2

Evocação: Variável
Alcance: Variável
Duração: Variavel

Este feitiço é usado como castigo àqueles que tenham ofendido ao deus do sacerdote ou a sua causa. O sacerdote faz cair sobre seus inimigos as mais diversas pragas, mostrando a vingança divina.
A Ira Divina não pode ser evocada sem um bom motivo ou a magia falhará e o sacerdote será penalizado por seu deus por seu descuido com os poderes recebidos, que normalmente implicará na perda de seus poderes, ou mesmo por alguma maldição (o MJ deverá decidir a melhor forma de punir o sacerdote), quanto mais forte o efeito maior tem que ser o motivo.

Todas as magias tem efeito instantâneo ou ritual, tendo que o conjurador escolher qual está fazendo no inicio da magia, as magias instantâneas tem direito de Resistência.
Os efeitos de evocação rituais duram uma semana e podem ser colocados uma condição para poupar os escolhidos dos sacerdotes (exemplo: poupar aqueles que usam determinado símbolo e suas casas, afetar apenas aqueles que participaram mesmo como espectador do apedrejamento da mulher inocente). Os efeitos de evocação instantânea duram 1 dia, com exceção do efeito 10 que é permanente.

• Ira Divina 1:
Ritual: Faz com que uma região de 1 km de diâmetro passe por uma enorme maré de azar, onde muitos acidentes menores acontecem. Isto cria um grande desperdício dos recursos do local (o que pode ser fatal em um cerco, por exemplo).
Instantânea: Afeta até 2 pessoas, causa Enormes coceiras causando uma ajuste de -3 nas tabelas de resolução. Dura

• Ira Divina 3:
Ritual, As superstições locais são atiçadas: por toda parte aparecerão sombras misteriosas, maus espíritos e etc, conforme a cultura. A população e todos os indivíduos normais (não têm EH) terão um ajuste negativo de 3 colunas para o seu moral, além de ficarem todos apavorados. O alcance é de 1 km de diâmetro.
Instantânea: Afeta até 2 pessoas, A mete das pessoas afetadas é tomada pelo terror do deus representado pelo seu sacerdote ali presente fazendo eles fugirem ou em caso disso ser impossibilitado se mantendo o mais afastados possíveis, o sacerdote passa a ter automaticamente um bônus de persuasão de +5 sobre essas pessoas.

• Ira Divina 5:
Ritual: Traz contra as vítimas da magia efeitos reais, porém não catastróficos, como uma praga de insetos ou animais inofensivos (sapos, moscas, baratas e etc.) ou colheitas ruins. O alcance é de 6 km de diâmetro.
Instantânea: Afeta até 3 pessoas, o sacerdote invoca uma praga de animais (morcegos/ratos) para cima dos inimigos, estes levarão 2 turnos para se livrar dos animais, caso queiram ignorar os animais deverão passar num teste de Resistência Física a cada turno. Se houver aliados engajados com os alvos também serão afetados, porem as pragas pouparão o sacerdote.
• Ira Divina 7:
Ritual: Causa tragédias menores, tais como tremores de terra fracos (mas que derrubam estruturas frágeis como choupanas e casas pequenas), praga de animais nocivos (gafanhotos, ratos, mosquitos e etc.) e até doenças menores na população (febre, gripes, diarreia e etc). O alcance é de 12 km de diâmetro.
Instantânea: Afeta até 5 pessoas, os inimigos do deus sofrem fortes dores, fazendo necessário para qualquer ação que não seja de se movimentar a metade de seu deslocamento um teste de Resistência Física.

• Ira Divina 9:
Ritual: As catástrofes de verdade aparecem agora: devastação das lavouras, peste, inundações e etc. O efeito causado deve ser escolhido com cuidado pois muitos -inocentes podem sofrer com eles. O alcance é de 15 km de distância.
Instantânea:, afeta até 01 pessoa, O inimigo de deus cai no chão com fortes dores, o teste de resistência a magia será feita mais duas rodadas, caso falhe mais uma vez morrerá, caso sobreviva perderá para sempre o funcionamento de um membro aleatório do corpo, a magia poderá ser cancelada pelo sacerdote em qualquer momento, caso obviamente o inimigo ainda esteja vivo. Caso morra não poderá ser ressuscitado por nenhum sacerdote do mesmo deus.

OBS: esta magia só pode ser lançada contra aqueles que ofenderam o deus, caso o Mestre ache que foi lançada de fora leviana o efeito da magia pode ser redirecionado ao evocador.

Listas de magias que fazem refrência

Ordem de Blator (revisão) | Ordem de Cambu (revisão) | Ordem de Crezir (revisão) | Ordem de Crizagom (revisão) | Ordem de Cruine (revisão) | Ordem de Ganis (revisão) | Ordem de Lena (revisão) | Ordem de Maira (revisão) | Ordem de Palier (revisão) | Ordem de Parom (revisão) | Ordem de Plandis (revisão) | Ordem de Sevides (revisão)

Verbetes relacionados

Aventuras nas Terras Selvagens | Texto introdutório para os grupos de criaturas | Magias dos Sacerdotes (revisão) | Magias dos Magos | Magias dos Bardos | Melhoria na regra Atacante caído | O que um Rastreador NÃO pode fazer
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.