Mimetismo Animal
Ver Discussão (4) Histórico Ver Ultima Mudança Editar Pesquisar
Mimetismo Animal .

Esta página contém material oriundo dos livros oficiais e não pode ser editada

Evocação: 1 Rodada
Alcance: Toque
Duração: Variável

Este encanto permite que o evocador imbua uma ou mais capacidades (peçonha, respirar em baixo d'água, voar e etc.) de um ou mais animais para um outro. Durante o encanto, é preciso o animal que irá receber o mimetismo possua Elo Animal com o evocador e que esteja acomodado ao seu lado. Os animais que vão doar as capacidades também devem estar presentes (ao lado do evocador), mas se eles não possuírem Elo Animal com o evocador, eles terão direito a um teste de RM. É possível também se usar um animal morto como origem, desde que ele não tenha morrido a mais de 24 horas e que o corpo possua ainda a parte que se deseja mimetizar (penas para formar asas, presas para formar peçonha, guelras para poder respirar em baixo d'água, etc). Neste caso não há a necessidade de teste de RM.

Ao executar a magia o evocador define quais capacidades naturais serão mimetizadas e imbuídas, de acordo com o nível de efeito utilizado. Exemplo: O místico, através desse encanto, mimetiza a capacidade natural da peçonha de uma cobra venenosa encontrada por ele na selva e transfere para seu Cão Alão, que agora possuirá, magicamente e temporariamente, a capacidade gerar o veneno e injetá-lo por meio de suas mordidas. O nível da capacidade natural será igual ao da criatura doadora, podendo ser maior que a do recebedor. Caso o místico tente imbuir uma capacidade que não seja nativa de um animal em outro, o encanto não terá efeito.

Caso o alvo deste encanto adquira uma capacidade de ataque e haja a necessidade de adaptação, ele deverá aplicar a seguinte regra:
  • 1ª Regra – Coluna do Ataque: A coluna de ataque será igual do animal original, mas caso este seja de estágio maior que o animal que está sendo encantado, deve-se subtrair 1 ponto de cada coluna (L,M,P) para cada nível a mais que a criatura original tiver.
  • 2ª Regra – Dano do Ataque: O dano será calculado de acordo com o dano máximo dentre todos os tipos de ataque do animal encantado possui.


O corpo do animal encantado sofrerá mudanças físicas de proporções equilibradas para adaptar-se as novas capacidades (asas, dentes, glândulas venenosas, guelra, etc.), passando a ter total compreensão sobre suas novas capacidades e podendo usá-las com perfeição, como se fossem suas capacidades nativas.

Entende-se que "capacidades naturais" são todas Habilidades, Técnicas de combate, VB, ou capacidades naturais (respirar embaixo d’agua, voar, visão aguçada, enxergar no escuro, etc). Atributos e demais estatísticas da criatura não são copiadas (tais como EF, EH, Defesa, RM, RF, Karma, Moral) .

Este encanto pode ser encerrado pelo místico a qualquer momento que este achar pertinente. Note que o evocador é responsável por todos os animais que estejam sob os efeitos deste encanto, qualquer tipo de abuso faz que com ele perca permanentemente seu elo com o animal e fique impossibilitado de fazer a magia por um tempo (a escolha do mestre).
  • Mimetismo Animal 1: Mimetiza 1 capacidades natural de 1 animal doador de capacidades. A duração é de 1 hora.
  • Mimetismo Animal 2: Item ao anterior, mas a duração é de 1 dia.
  • Mimetismo Animal 4: Item ao anterior, mas mimetiza duas capacidades naturais de 1 animal e a duração é de 3 dias.
  • Mimetismo Animal 6: Item ao anterior, mas agora podem ser dois animais doadores de suas capacidades e a duração é de 5 dias.
  • Mimetismo Animal 8: Item ao anterior mas mimetiza 3 capacidades naturais. A duração é de 7 dias.
  • Mimetismo Animal 10: Idem ao nível anterior, agora podem ser 3 animais doadores de suas capacidade e a duração é de 10 dias.


OBS: esta magia falhará caso o evocador mate um animal somente para poder mimetizar uma capacidade. A magia não rouba as capacidades, apenas as copia.

Listas de magias que fazem refrência

Trilha dos Guardiões

Verbetes que fazem referência

Descrição das Magias, Magia - Mimetismo Animal
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.