🐍 Rainha Víbora - [Criaturas] Em Oficialização - Tagmar
Bem-vindo Convidado Pesquisar | Atividades no Fórum | Entrar | Registrar

2 Páginas 12>
Responder...
🐍 Rainha Víbora Opções
#1 Marcelo_Rodrigues Enviado : 13/11/19 16:45
Esta discussão foi criada para discutir o seguinte criatura:

Equidna

Acessem a criatura pelo link acima. Critiquem, dêem sugestões.

OBS: Façam apenas sugestões e críticas que conduzam a uma melhoria do texto.
#2 Fábio_CM Enviado : 14/11/19 18:45
* Então, eu achei o texto confuso. Ele não tem uma introdução clara e demora a falar em Equidna.
* Não está de acordo com o modelo padrão para descrição de criaturas.
* Ela tem mesmo quase 40 metros de comprimento e envergadura, pesa mais de 30 toneladas e ainda se parece com uma mulher???
#3 Nironde Enviado : 14/11/19 20:49
O texto acredito que pode sim melhorar.

A criatura sim seja complexa se descrever. Mas pode melhorar, sim eu acredito.

Não sei se foi bem a idéia em que quiz passar. Sobre o comprimento, pois a maior parte vai rastejar e não vai estar elevada.

Em comprimento até não duvido.
Por outro lado a questão por se tratar da cria dos titãs.

Se os deuses se unirão pra poder vencer não imaginava ser muito diferente a tratar de um possível grupo muito poderoso ou com bons aliados darem conta.

Com cordo na melhoria do texto.
Por exemplo:
Não seja só uma mulher, ideia é passar uma feição feminina proporcional a criatura sendo uma visão de traços perfeitos.



#4 Nironde Enviado : 16/11/19 08:23
Então galera vocês concordam que precisa em reformular o texto?
Isso por um todo, certo?

Pelo que entendi é necessário para que esteja no padrão segue com mais objetividade a falar da criatura? É esse o problema?

*Texto
- Falar direto da criatura sem uma história prolongada.
- Sem aprofundar em detalhes teóricos.
- Com relação ao tamanho da criatura fazer correções ao tamanho e sua proporção.

Agora gostaria de saber. Se as habilidades, estão ou não de acordo?

E aos poderes algo precisa ser modificado?

Alguma sugestão?
#5 Marcelo_Rodrigues Enviado : 22/11/19 15:14
Nironde,

realmente está um pouco confuso e o fato de não seguir o padrão das criaturas ajuda a deixar complicado de entender.

Um ponto primordial, é que não ficou claro sobre a origem da criatura e como um mestre vai usar esta criatura em jogo. temos de lembrar que toda criatura do livro é para ser posta em aventura e esta não ficou claro.

Vi que vc usou bastante da mitologia original, mas vale pensar em como adaptar a nossa mitologia.

O que vc acha de dar uma ajustada?

PS: segue algumas sugestões:
1) ela está descrita como se fosse única, poderia não ser
2) ele poderia ter a capacidade de criar criaturas da categoria "Monstro"
3) Podia direcionar ela para ser um tipo "chefão da fase", onde sempre está cercada de monstros (que ela cria)
#6 T.REX Enviado : 09/06/20 12:39
Nobre Nironde, como vai?

Alguma contestação sobre as sugestões do Marcelo?

No aguardo.
#7 T.REX Enviado : 15/06/20 17:45
Srs.

Infelizmente o nobre Nironde não responde. Assim sendo, atualizarei as sugestões apresentadas pelos colegas e mostrarei novas escritas do Equidna assim que possível.

Sds. mesozóicas,
Tiranossauro Rex
#8 T.REX Enviado : 26/06/20 17:08
Srs,

Conforme as últimas postagens desta tarefa, alterei o nome Equidna para Rainha Víbora, assim como o tipo da criatura. Também alterei o texto da besta porque as escritas do colega Nironde estavam confusas, assim como o tamanho, cujos números eram irreais. Agora, o monstro é principiado somente nas florestas das Terras Selvagens, precisamente em Lar, Reino Élfico, mostrando introdução e como surgiu dentro desta hambientação, baseado no livro Terras Selvagens. Ainda falta trabalhar nos trechos, apontando ataques das Serpentes Guerreiras da Rainha que com ela atacam e vivem no mesmo ambiente.

Tirei os tentáculos, permanecendo as demais formas de ataque, do mesmo modo algumas habilidades e técnicas de combate. Mas para as escritas preciso trabalhar mais nessas características também. Igualmente para o Peso e Atributos.

Cliquem aqui para trabalharmos nas novas escritas do antigo Equidna, agora Rainha Evíbora e suas Serpentes Guerreiras.

Espero que gostem do novo nome Muito Feliz

Sds. ornitópodas,
Tiranossauro Rex
#9 T.REX Enviado : 15/07/20 21:36
Senhores,

Ainda aguardo críticas construtivas sobre esta criatura (ainda incompleta).

Sds. cenozóicas,
Tiranossauro Rex
#10 T.REX Enviado : 03/12/20 11:31
Srs.

Inicialmente a Sagrada Escritura da Rainha Víbora apresentava um texto confuso, sem introdução, fora do padrão do projeto, com características anormais. O responsável na época não concluiu o trabalho. Então alterei as escritas, dando uma melhorada. Hoje, estou procurando um aventureiro para se responsabilizar pelo monstrengo. O laboratório InGen agradecerá muito. Alguém se habilita?

No aguardo.

#11 Flores Enviado : 03/12/20 14:53
T.REX escreveu:
Srs.

Inicialmente a Sagrada Escritura da Rainha Víbora apresentava um texto confuso, sem introdução, fora do padrão do projeto, com características anormais. O responsável na época não concluiu o trabalho. Então alterei as escritas, dando uma melhorada. Hoje, estou procurando um aventureiro para se responsabilizar pelo monstrengo. O laboratório InGen agradecerá muito. Alguém se habilita?

No aguardo.



A minha opinião: Vote da forma que encontra-se e deixe essa pendência de loot anotado como a tarefa da revisão.
#12 T.REX Enviado : 03/12/20 15:44
Cara Flor,
Como vai?


Não fico a vontade, finalizando uma criatura para votação, sabendo que terá quase 100% de reprovação, para depois ser revisada. Diversas inconsistências foram apresentadas na Rainha Víbora - antes chamada Equidna.

A rejeição foi alta. Posso te garantir que a reprovação seria elevada.

O encarregado na época, defendeu, com todo direito, seu trabalho realizado. Entretanto, não aperfeiçoou o relatório, após críticas construtivas serem mostradas. Assim, alterei o nome da besta e sua composição, deixando os algarismos em branco.

Hoje, procuro um aventureiro para cuidar das escritas deste monstrengo, podendo, claro, alterar tudo aquilo que digitei.

Mas gostei da sua participação. Que tal se responsabilizar pela Rainha Víbora, antes Equidna? Muito Feliz

Sds. paleozóicas,
Tiranossauro Rex
#13 Flores Enviado : 03/12/20 16:31
T.REX escreveu:
Cara Flor,
Como vai?


Não fico a vontade, finalizando uma criatura para votação, sabendo que terá quase 100% de reprovação, para depois ser revisada. Diversas inconsistências foram apresentadas na Rainha Víbora - antes chamada Equidna.

A rejeição foi alta. Posso te garantir que a reprovação seria elevada.

O encarregado na época, defendeu, com todo direito, seu trabalho realizado. Entretanto, não aperfeiçoou o relatório, após críticas construtivas serem mostradas. Assim, alterei o nome da besta e sua composição, deixando os algarismos em branco.

Hoje, procuro um aventureiro para cuidar das escritas deste monstrengo, podendo, claro, alterar tudo aquilo que digitei.

Mas gostei da sua participação. Que tal se responsabilizar pela Rainha Víbora, antes Equidna? Muito Feliz

Sds. paleozóicas,
Tiranossauro Rex


Fala REX,

Eu não possuo uma visão distinta desta criatura além do que conheço da mitologia, acabaria descrevendo aquela criatura da série Xena/Hércules que era casada com um gigante, sendo assim deixo a tarefa para algum aventureiro que tenha boas propostas. Contudo volto a frisar, o texto dela está bom.

Esses verbetes que estão para nova redação deveriam ter de forma bem sucinta o que deve ser feito ou alterado, e ai sim o aventureiro ler o que foi dito dela na votação. Apenas uma sugestão.
#14 T.REX Enviado : 06/01/21 23:44
Lady Flores

Applause Parabéns! A criatura é sua.

Sds. reptilianas,
Tiranossauro Rex
#15 Flores Enviado : 07/01/21 10:45
Ei pessoal,

Li o tópico com as colocações e também baseado no que o T.REX enviou de recomendações tentarei reescrever a criatura.

Gostaria de tirar uma dúvida, por acaso gostariam que a criatura fosse de algum estágio específico?
Ela foi definida em estágio 12.
#16 Flores Enviado : 07/01/21 15:05
Baum pessoar,

O verbete foi atualizado com a primeira versão da Rainha Víbora e suas criações grotescas.

Aguardo feedback.
#17 T.REX Enviado : 10/01/21 13:06
Lady Flores
Feliz Como vai?


Muito Feliz Estou lendo e relendo este TCC. Assim que terminar darei meu parecer.

Sds. ornitísquias,
Tiranossauro Rex
#18 T.REX Enviado : 11/01/21 17:19
Srs,
Como vão todos?


Lady Flores,

Encontrei inconsistência na sua redação, principalmente pontos sem importância para quem for jogar Tagmar. Uma das instabilidades é a falta de introdução da criatura principal que é a Rainha Víbora e não Bari Bari. Lendas geralmente são colocadas no princípio do texto e há mais de uma na sua produção escrita. Outras contradições são as descrições entre os os demais personagens que você criou. Seguem abaixo:

1) Bari Bari:

1.1) Apresentou que seguem ordens da Barira Girinona. Se a Rainha víbora é a criatura principal, como podem receber ordens de uma besta velha, que está sempre no interior de vilas, ocupada com jogos? Não pode existir a palavra "OU". Se está no covil, a obrigação do Bari Bari é proteger o esconderijo. Irrelevante para o jogador. O que é GIRINONA, se até o momento da leitura não foi explicado o significado da palavra? Até encontrar o conceito, o leitor ficará sem entender nada

1.2)
Citação:
Quando em ataque, focam sempre o mesmo oponente, mesclando ataques aleatórios.
É o MJ quem vai decidir que ataque fará contra os aventureiros. Pode ser só Combate Desarmado direto ou não. Não acho que ficou bacana a frase "(...) mesclando ataques aleatórios."

1.3)
Citação:
Gostam de lutar com porrete, devido a ser o item mais fácil de encontrar.
Outras armas são guardadas na toca. Não apenas o porrete. Por que é mais fácil encontrar esta arma?

1.4)
Citação:
Quando na ausência de um capitão, constantemente lutam entre si por quaisquer que seja o motivo, e tal confronto sempre define um novo chefe, chefe este o qual utiliza o escudo pequeno e a lança do grupo.
O principal motivo da disputa pela liderança entre os Bari Bari é atrair a atenção de Bariras, mesmos desprezados, tem em seu Chefe um espelho, visto que as Bariras constantemente sentem-se atraídas pelo Capitão.
Irrelevante para o jogador.

1.5)
Citação:
Há algum tempo um bardo ficou famoso ao viajar por diversas tribos entoando cânticos a respeito da proveniência dos Bari Bari, em um destes cantos ele dizia: "Coitados são os Gouras, seres tão feios, foram atacados por Rainhas Víboras, gerando os Burros Bari Baris..."
Se é um bardo famoso, quem é ele? E sua canção é baseada em que, se sua composição contraria as palavras do bardo? Sugiro deletar esse parágrafo.


2) Bari Bari Chefe:

2.1) Idêntico ao item 1.1.

2.2)
Citação:
Gostam de lutar com uma lança leve e um escudo pequeno, itens estes ostentados apenas pelo chefe do grupo. Quando perdem uma luta entre eles, são automaticamente rebaixados, perdendo moral e consequentemente não acreditando mais em suas características de Chefe, lutando e tento atributos de Bari Bari normais.
Se Bari Bari possuem as mesmas características do Bari Bari Chefe, porque de início preferem apenas os porretes? Como podem perder seus atributos após lutas internas? Irrelevante para o jogador.

2.3)
Citação:
São extremamente apaixonados por Bariras, capazes de cometer loucuras.
Irrelevante para o jogador.


3) Barira:

3.1)
Citação:
Não são amantes de lutas, pelo contrário, são criaturas extremamente medrosas. No menor sinal de perigo, fogem e quando não é possível retraem-se não dispondo de qualquer forma defensiva e implorando por perdão. A única forma de ativar sua fúria é a chamar de Girinona, fato este que a torna uma criatura extremamente perigosa e mortal.
As Bariras são ou não EXTREMAMENTE medrosas? Se é extremamente, como pode "ativar" sua fúria sendo chamada de Girinona? E quem a chamará de GIRINONA (ler item 1.1)?

3.2)
Citação:
(...) quando rejeitadas tornam-se ferozes atacando a vítima sexualmente à força. Caso a vítima resista a sua fome, ela permanecerá viva, tendo todos seus bens levados.
Que aventureiro terá relações com uma bela mulher com rabo de cobra? Zoofilia em Tagmar? Se a vítima continuar resistindo, por que a Barira pararia de continuar tentando, deixando o adversário fugir com seus pertences?

3.3)
Citação:
Na ausência da Rainha Víbora seguem as ordens de uma Girinona, caso a mesma esteja presente, tendo total ódio pela mesma pois constantemente são enviadas em busca de bebidas. Sendo punidas quando não conseguem.
Pelo que li no decorrer do seu texto, a Rainha Víbora ordena que as Bariras deixem as tocas em busca de pertences preciosos. Que Barira permaneceria na toca? Aquela que deu o melhor presente para o monstro líder? Se sim, esta Barira está na toca por merecimento. Não deveria receber ordens de Barira velha alguma.

3.4)
Citação:
Delas nascem os Bari Bari, da cruza com raças humanoides, e apesar da grande diversidade de seres, o máximo que muda é uma orelha pontiaguda ou algum outro detalhe herdado do pai. São mães desnaturadas, abandonando as crias assim que nascem, diferente da Rainha Víbora a qual guarda por sua prole até que a mesma esteja preparada para o mundo.
Do cruzamento das Bariras com seres humanóides, nascem os Bari Baris. Cuidado com isso!!! Existe em Tagmar diversos seres humanóides. Fora que, pela quantidade de Bari Baris existe dentro do abrigo da Rainha Víbora, a zoofilia é uma execução normalíssima.

3.5)
Citação:
Quando em lua cheia entram em um frenesi luxurioso, atacando qualquer criatura humanoide que tenham a sua frente.
Frase desnecessária, pois já agem assim quando seus flertes não dão certo. Porém, irrelevante para o jogador.

3.6) Voltando ao ponto 3.4: o cruzamento das Bariras com seres humanóides, nascem os Bari Baris que querem chamar atenção das Bariras. Filhos adorariam ter relações com as próprias mães? Irrelevante para o jogador.

3.7) Bariras perseguem Bari Bari Capitão? Irrelevante para o jogador.


4) Bari Bari Capitão:

4.1) Afinal, lutas entre Bari Bari para se tornarem Bari Bari Chefe ou Bari Bari Capitão? Irrelevante para o jogador.

4.2) Sobre o muco que dá força: precisa dar detalhes desse muco. Onde consegue, como obter um, sua fórmula, é um entorpecente?

4.3)
Citação:
Eles não atraem-se por Bariras, apesar da grande perseguição destas. Pelo contrário, são grande amantes de Girinonas, o que gera a ira das belas Bariras.
Irrelevante para o jogador.

4.4)
Citação:
Conta a lenda que certa vez havia um numeroso grupo prestes a invadir uma aldeia Nierus, quando a defesa local utilizou suas armas de arremesso no intuito de conter o grande e raro grupo de Bari Baris liderados por um colossal Bari Capitão, quando por sorte alguns projéteis acertaram o capitão, este caindo morto em plena marcha de ataque. Os Bari Bari presentes iniciaram então uma grande luta entre si no intuito de definir o novo capitão, tendo no fim uma vitória daquele pequeno povoado, visto o estranho causo.
De onde surgiram essas lendas? Cuidado ao colocar lendas. Leitores podem interpretar como introdução a uma criatura que não é a principal. Ponto irrelevante para o jogador.

4.5) Se existe apenas uma lança no grupo dos Bari Baris - a leve, como pode existir uma segunda lança - a pesada - para os Bari Baris Capitães? Suas escritas apontam existir apenas UMA LANÇA, mesmo sabendo que possa existir várias delas no covil.

4.6) Afinal, qual o propósito das brigas entre os Bari Baris? Ser um Bari Bari Chefe ou Bari Bari Capitão? Irrelevante para o jogador.

4.7) Até o momento nada do conceito da palavra Girinona e novamente coloca uma relação dos Bari Baris Capitães com a Barira Gerinona (ler item 1.1). Se ela é uma criatura rara, eles morrerão na secura. Irrelevante para o jogador.


5) Barira Girinona:

5.1) Enfim, o significado da palavra GIRINONA. Me corrija se eu estiver errado: Se as Bariras Girinonas fazem parte do grupo da Meia-idade (entre Maturidade e Velhice), então a Rainha Víbora pertence a Maturidade. As Bariras Comuns pertencem a Juventude? Se sim acho pesado a Defesa delas ser um L4.

5.2) Como uma Barira Girinona pode se tornar amigável no interior de uma vila se o passado dela é temperamental? Obviamente será mais rude no transcorrer do seu envelhecimento.

5.3)
Citação:
Apesar de seu passado, são criaturas bastante quistas em vilas do interior destas Terras Selvagens, pois são dóceis e amigáveis quando há reciprocidade. Adoram sentar para tomar um vinho ou alguma bebida local, jogar cartas, rolar dados, contar histórias e quando sentem-se acolhidas, visitam as vilas trazendo uma bela caça. Quando nas vilas, não incomodam-se em ser chamadas de Girinona, todavia há um preço para tal intimidade, ao final da noite aqueles que ousaram brincar com ela devem pagar com uma bela noite de prazeres.
Que Girinona danada!!! Sugiro trocar a palavra quista por adorável. Quero lembrar que muitos leitores não conhecem o sinônimo do termo. Entretanto, mais um ponto irrelevante para o jogador.

5.4) Como uma Girinona pode ser companhia de Barira ou receber missões se as bestas de meia idade gastam seu tempo jogando baralhos e dados no interior de vilas? Irrelevante para o jogador.


6) Rainha Víbora:

6.1) Seguindo seu trabalho, enfim a Rainha Víbora.
Citação:
Sua pele e escamas são extremamente resistentes ao fogo e ao frio. Contudo não recusam um belo cobertor quentinho.
Irrelevante para o jogador.

6.2)
Citação:
Sua beleza não se vai com o passar dos anos, continuando tão belas quanto jovens.
Então as Bariras Girinonas São lindas tão quanto a Rainha Víbora, já que estão acima da Maturidade?

6.3)
Citação:
Apesar se sua baixa inteligência são extremamente capazes no aprendizado de novos idiomas, podendo manter-se à distância apenas efetuando a leitura labial e assim, assimilar em tempo recorde uma nova língua.
Com essa facilidade de aprender línguas, acho que merecia ter um Intelecto normal, e não baixa inteligência.

6.4)
Citação:
(...) Suas unhas crescem, transformando-se em garras e seus dentes mudam de forma semelhante à de uma cobra, contendo um poderoso veneno.
Precisa especificar o tipo do Veneno.

6.5)
Citação:
Eruditos relatam que sua gênesis provem de uma antiga lenda...
Mais uma lenda...

6.6)
Citação:
uas tocas não são lugares para qualquer aventureiro, visto que em um raio de 1 km há uma grande quantidade de cobras e internamente há sempre grupos de 6 Bari Baris, sendo outros grupos efetuando a ronda. Logo ao amanhecer as Bariras são tocas de suas toca, devendo retornar somente quando munidas de pertences para sua Rainha. Enquanto as Girinonas são consideradas boas companhias, e raramente recebendo missões.
Bariras são tocas de suas tocas? Não entendi. Me parece também um ponto irrelevante para o jogador.

6.7)
Citação:
Para se alimentar, saem do ninho com sua prole de Bari Baris.
Quantos Bari Baris acompanham a Rainha Víbora para caça? Pergunto isso porque para um combate é importante saber.

6.8)
Citação:
Os Bari Bari aproveitam os saques para se equipar...
Como, se o interesse parece ser somente o porrete?

6.9)
Citação:
Pedras preciosas são itens de extremo valor para uma Rainha Víbora, sendo que a Barira capaz de ofertar uma bela joia será presenteada com dias sem tarefas.
Aqui volto a destacar: Mas e a Barira Girinona? Não dará ordens as estas Jovens Bariras? Irrelevante para o jogador.

Resumindo: o trabalho não possui introdução. Existem muitos pontos sem importância para o jogador, deixando para trás o real foco que é a Rainha Víbora. Uma mulher Madura, porém misturada com mais duas bestas progenitoras: as Bariras Jovens e Girinonas. Esta última com valor irrisório, pois no meu ponto de vista, não trás benefício a Rainha Víbora. Então vem a questão: tomar conta da prole? Não acho necessário. Serpentes por si só já se tornam independentes desde o surgimento. Sobre as lendas, use apenas uma para a atração principal e não para os bichos secundários.

Precisamos sintetizar mais o texto. Criaturas com escritas longas se tornam cansativas. Comece, por exemplo, com uma lenda sobre a Rainha Víbora. Depois uma breve história dela, seguida de suas características. O que ela faz e/ou precisa fazer e/ou de quem precisa para realizar seus objetivos. Possui veneno? Se sim, qual o tipo? Depois para para os monstros secundários, porém, nada de zoofilia, relações entre um ser e outro... Empobrece a tarefa.

Estarei à sua disposição para maiores esclarecimentos. E por favor: não me interprete mal.

Para os demais lordes.

Tendo em conta a disponibilidade de vocês, opinem. Apresentem suas críticas construtivas.

Sds. paleontológicas,
Tiranossauro Rex


#19 Flores Enviado : 11/01/21 18:09
Disponibilizo a tarefa para o próximo.
Motivo: Viagem de $erviço.

Deixo apenas um dica: Leia o tópico inteiro e aproveite o feedback.
#20 T.REX Enviado : 11/01/21 20:49
Perfeitamente, Lady Flores.

Sds. carnívoras,
Tiranossauro Rex
#21 Sistema Automático Enviado : 20/03/21 10:12
A Terefa foi solicitada pelo usuário flores
#22 Flores Enviado : 20/03/21 10:13
Aguardando a opinião de outros duas ou três pessoas.
#23 Flores Enviado : 20/03/21 14:51


Eis que um Bari Bari Capitão chega para defender o covil da Rainha Víbrora a qual encontra-se gravemente ferida.
Seu nome é seu valor: Um "cent sous" um "tune" e elf cêntimos.
Acompanhado de três meias de Bari Baris, unindo-se outros 6 que protegiam o covil. Deste montante, um grupo de
6 foi designado a proteger a toca internamente, outro grupo designado a patrulha e as demais duas meias a proteger
a entrada.
Informações para o MJ da aventura pronta/
#24 Flores Enviado : 21/03/21 17:09
Respondendo às colocações por blocos de acordo com cada tópico apresentado por vossa pessoa.

T.REX escreveu:

Encontrei inconsistência na sua redação, principalmente pontos sem importância para quem for jogar Tagmar.

=]

T.REX escreveu:

Uma das instabilidades é a falta de introdução da criatura principal que é a Rainha Víbora e não Bari Bari.

A ordem de disposição dos textos e da tabela são baseados em um algoritmo por ordem crescente. Foi o que marcelo_rodrigues informou.

T.REX escreveu:
Lendas geralmente são colocadas no princípio do texto e há mais de uma na sua produção escrita.

Geralmente não significa obrigatoriamente, posso até revisar tal parte, mas acredito que estejam localizadas corretamente de acordo com a disposição das informações.

T.REX escreveu:
Outras contradições são as descrições entre os os demais personagens que você criou.

Após revisar o texto sem reler suas colocações abaixo, encontrei somente dois pontos. No decorrer das respotas cada po to será verificado.

1) Bari Bari:
T.REX escreveu:
1.1) Apresentou que seguem ordens da Barira Girinona. Se a Rainha víbora é a criatura principal, como podem receber ordens de uma besta velha, que está sempre no interior de vilas, ocupada com jogos? Não pode existir a palavra "OU". Se está no covil, a obrigação do Bari Bari é proteger o esconderijo. Irrelevante para o jogador. O que é GIRINONA, se até o momento da leitura não foi explicado o significado da palavra? Até encontrar o conceito, o leitor ficará sem entender nada

A ordem é definida pelo sistema de acordo com o estágio da criatura.
Existe uma diferença entre "OU" entre duas frases e "OU frase OU outra frase". Matemática/lógica dentro da língua portuguesa. Em relação ao único ou no texto, sugiro que leia todo o texto novamente. Estamos em um minimundo. Entende o contexto da palavra "minumundo" dentro da dinâmica de análise de projetos?
Monstros possuem nomes que não precisam ser explicados. Eatam!? Sekbetes!? Napois!? Nasinsquis!? Orco!? Mas podemos até colocar uma explicação e tirara graça do jogador fazer uma ligação com girinos. Adolescentes né.. Criatividade.

T.REX escreveu:
1.2)
Citação:
Quando em ataque, focam sempre o mesmo oponente, mesclando ataques aleatórios.
É o MJ quem vai decidir que ataque fará contra os aventureiros. Pode ser só Combate Desarmado direto ou não. Não acho que ficou bacana a frase "(...) mesclando ataques aleatórios."

A colocação é essa ai, buscarei uma melhor forma de expressar "mesclando ataques aleatórios.". O MJ decide os ataques aleatório.

T.REX escreveu:
1.3)
Citação:
Gostam de lutar com porrete, devido a ser o item mais fácil de encontrar.
Outras armas são guardadas na toca. Não apenas o porrete. Por que é mais fácil encontrar esta arma?

Primeiramente um pedaço de madeirae uma pedra são as coisas mais fáceis de se encontrar em qualquer luga, tirando grandes cidades e provavelmente cidades de primeiro mundo.
Não é correto dizer para um jovem jogador que um ser simsa é a lógica da criatura.

T.REX escreveu:
1.4)
Citação:
Quando na ausência de um capitão, constantemente lutam entre si por quaisquer que seja o motivo, e tal confronto sempre define um novo chefe, chefe este o qual utiliza o escudo pequeno e a lança do grupo.
O principal motivo da disputa pela liderança entre os Bari Bari é atrair a atenção de Bariras, mesmos desprezados, tem em seu Chefe um espelho, visto que as Bariras constantemente sentem-se atraídas pelo Capitão.
Irrelevante para o jogador.

Mas não para a concepção da criatura, do MJ, do enredo e da aventura. Há outros planejamentos para tal colocação. Aguardando apenas confirmação.

T.REX escreveu:
1.5)
Citação:
Há algum tempo um bardo ficou famoso ao viajar por diversas tribos entoando cânticos a respeito da proveniência dos Bari Bari, em um destes cantos ele dizia: "Coitados são os Gouras, seres tão feios, foram atacados por Rainhas Víboras, gerando os Burros Bari Baris..."
Se é um bardo famoso, quem é ele? E sua canção é baseada em que, se sua composição contraria as palavras do bardo? Sugiro deletar esse parágrafo.

Concordo que possa adicionar nome, mas ai entrariamos em adição de enredo que talve deva ser tratado em outros livros de ambientação. É apenas um bardo que ficou famoso, mesmo que ninguém lembre seu nome, lembram que um bardo cantou a canção.
A canção é baseada em sátira.( VERSIFICAÇÃO: composição poética que ridiculariza os vícios e as imperfeições.)
Por qual motivo a composição contraria aspalavras do bardo? Desculpe, não entendi.

2) Bari Bari Chefe:
T.REX escreveu:
2.1) Idêntico ao item 1.1.

Idêntico e diferente. Concorda?

T.REX escreveu:
2.2)
Citação:
Gostam de lutar com uma lança leve e um escudo pequeno, itens estes ostentados apenas pelo chefe do grupo. Quando perdem uma luta entre eles, são automaticamente rebaixados, perdendo moral e consequentemente não acreditando mais em suas características de Chefe, lutando e tento atributos de Bari Bari normais.
Se Bari Bari possuem as mesmas características do Bari Bari Chefe, porque de início preferem apenas os porretes? Como podem perder seus atributos após lutas internas? Irrelevante para o jogador.

Preferem os porretes por ser o equipamento mais fácil de se conseguir em meio a uma floresta, pântanos, mangues ousei lámais o que. Porrete é um pedaço de madeira. Lembre-se, são seres de baixo intelecto.
A questão de perder atributos é a dinâmica de gênesis da raça, é assim que funciona o humor da raça.
Seria irrelevante caso apereça apenas um Bari Bari. Aqui estamos no minimundo da criação da critura, somente a gênesis e talvez os titãs e quem sabe deuses podem explicar por qual motivo perdem o poder. Mas posso te adiantar, confia que vem coisa boa ai. E poderei te afirmar o motivo em breve, apesar de já estar na TagmarPedia.

T.REX escreveu:
2.3)
Citação:
São extremamente apaixonados por Bariras, capazes de cometer loucuras.
Irrelevante para o jogador.

Seu ponto de vista. Discordo.


3) Barira:
T.REX escreveu:
3.1)
Citação:
Não são amantes de lutas, pelo contrário, são criaturas extremamente medrosas. No menor sinal de perigo, fogem e quando não é possível retraem-se não dispondo de qualquer forma defensiva e implorando por perdão. A única forma de ativar sua fúria é a chamar de Girinona, fato este que a torna uma criatura extremamente perigosa e mortal.
As Bariras são ou não EXTREMAMENTE medrosas? Se é extremamente, como pode "ativar" sua fúria sendo chamada de Girinona? E quem a chamará de GIRINONA (ler item 1.1)?

Elas são medrosas.
Acredito que há possibilidade de um jogador, principalmente adolescente em mesa, chamar uma Barira de Girinona. E caso não chame, o próprio MJ pode utilizar isto na aventura. Aberturas...

T.REX escreveu:
3.2)
Citação:
(...) quando rejeitadas tornam-se ferozes atacando a vítima sexualmente à força. Caso a vítima resista a sua fome, ela permanecerá viva, tendo todos seus bens levados.
Que aventureiro terá relações com uma bela mulher com rabo de cobra? Zoofilia em Tagmar? Se a vítima continuar resistindo, por que a Barira pararia de continuar tentando, deixando o adversário fugir com seus pertences?

Tagmar, RPG de Fantasia Medieval. Barira: Sedução (3), Amizade (3), Sono (2) e Sugestão (1). Qual o estágio de uma Barira? 4.
Se a vítima cotinuar a resistir aos avanços sexuais, ela será atacada. Você acha que tal parte deva ser explicada em texto? Pode ser uma boa. Aguardarei o retorno.

T.REX escreveu:
3.3)
Citação:
Na ausência da Rainha Víbora seguem as ordens de uma Girinona, caso a mesma esteja presente, tendo total ódio pela mesma pois constantemente são enviadas em busca de bebidas. Sendo punidas quando não conseguem.
Pelo que li no decorrer do seu texto, a Rainha Víbora ordena que as Bariras deixem as tocas em busca de pertences preciosos. Que Barira permaneceria na toca? Aquela que deu o melhor presente para o monstro líder? Se sim, esta Barira está na toca por merecimento. Não deveria receber ordens de Barira velha alguma.

A barira que permaneceria na toca está explicada no final do texto da raiha Víbora. "sendo que a Barira capaz de ofertar uma bela joia será presenteada com dias sem tarefas."
Fez uma boa colocação, adicionarei um adendo no final do texto da rainha víbora. "estando inclusive livre das ordens da Girinona."

T.REX escreveu:
3.4)
Citação:
Delas nascem os Bari Bari, da cruza com raças humanoides, e apesar da grande diversidade de seres, o máximo que muda é uma orelha pontiaguda ou algum outro detalhe herdado do pai. São mães desnaturadas, abandonando as crias assim que nascem, diferente da Rainha Víbora a qual guarda por sua prole até que a mesma esteja preparada para o mundo.
Do cruzamento das Bariras com seres humanóides, nascem os Bari Baris. Cuidado com isso!!! Existe em Tagmar diversos seres humanóides. Fora que, pela quantidade de Bari Baris existe dentro do abrigo da Rainha Víbora, a zoofilia é uma execução normalíssima.

Por qual motivo ter cuidado? É a dinâmica de criação de novos Bari Baris, inclusive foi uma solicitaçào no tópico que a rainha víbora fosse genitora de criaturas, as bariras geram somente Bari Baris. Não importando o ser. O resultado será Bari Bari!
Se estamos falando de raças humanóides, não entendi a colocação de zoofilia. Desculpe, poderia esclarecer?

T.REX escreveu:
3.5)
Citação:
Quando em lua cheia entram em um frenesi luxurioso, atacando qualquer criatura humanoide que tenham a sua frente.
Frase desnecessária, pois já agem assim quando seus flertes não dão certo. Porém, irrelevante para o jogador.

Contextos diferentes, flertar pode ou não ocorrer em um dia, as luas cheias Agmarim, Armina e Denégria não podem ser ignoradas. Em uma noite de lua cheia, podem ser atacados por Bariras.

T.REX escreveu:
3.6) Voltando ao ponto 3.4: o cruzamento das Bariras com seres humanóides, nascem os Bari Baris que querem chamar atenção das Bariras. Filhos adorariam ter relações com as próprias mães? Irrelevante para o jogador.

Você está misturando as coisas, estamos falando que Bari Baris são apaixonados por Bariras e nào de incesto. E mesmo que seja, quatas espécies em nosso mundo são assim? Cachorros pegam até a tataravó se deixar.

T.REX escreveu:
3.7) Bariras perseguem Bari Bari Capitão? Irrelevante para o jogador.

Não em uma criaçãode contexto para MJ. É uma abertura que pode ou nào ser utilizada. Mas eu sei o que é ser perseguido por mulher maluca. Será que os jogadores sabem!?


4) Bari Bari Capitão:
T.REX escreveu:
4.1) Afinal, lutas entre Bari Bari para se tornarem Bari Bari Chefe ou Bari Bari Capitão? Irrelevante para o jogador.

Essa é uma boa colocação e até tentei dar uma arrumada no texto, pois antesmemso de reler seus comentários as criaturas foram relidas e senti a mesma dificuldade em entender. Mas vamos lá. Quando em patrulha mesmo sob ordem ou no covíl da rainha víbora, eles lutam para ser o chefe. Quando há algum período sozinho e sem direcionamento, lutam para delegar o capitão. O capitão diferentemente do chefe não é rebaixado de casta, somente teremos outro caso ele venha a falecer. E daí, estamos naquela história que não gostou. Ela explica exatamnte isto, compreendeu a necessidade?

T.REX escreveu:
4.2) Sobre o muco que dá força: precisa dar detalhes desse muco. Onde consegue, como obter um, sua fórmula, é um entorpecente?

O Muco é algo deles mesmo, eles simplesmente cospem. Mas podemos trabalhar em melhoras esta parte. Boa colocação.

T.REX escreveu:
4.3)
Citação:
Eles não atraem-se por Bariras, apesar da grande perseguição destas. Pelo contrário, são grande amantes de Girinonas, o que gera a ira das belas Bariras.
Irrelevante para o jogador.

Discordo. Relevate para o MJ, mesmo sendo algo com pouca relevância. As Bariras já odeiam as Girinonas por inúmeros fatores, será que precisaremos criar uma lenda de uma guerra entre Bariras e Girinonas?

T.REX escreveu:
4.4)
Citação:
Conta a lenda que certa vez havia um numeroso grupo prestes a invadir uma aldeia Nierus, quando a defesa local utilizou suas armas de arremesso no intuito de conter o grande e raro grupo de Bari Baris liderados por um colossal Bari Capitão, quando por sorte alguns projéteis acertaram o capitão, este caindo morto em plena marcha de ataque. Os Bari Bari presentes iniciaram então uma grande luta entre si no intuito de definir o novo capitão, tendo no fim uma vitória daquele pequeno povoado, visto o estranho causo.
De onde surgiram essas lendas? Cuidado ao colocar lendas. Leitores podem interpretar como introdução a uma criatura que não é a principal. Ponto irrelevante para o jogador.

Surgiram da necessidade de costurar uma nova criatura designada as Terras Selvagens com as novas raças das Terras Selvagens e também denotar mais informações sobre a criatura. Ai, explicamos o que acontece quando um Bari Bari Chefe morre, diferente da luta entre os Bari Baris para tornar Bari bari Chefe. Observar o contexto.

T.REX escreveu:
4.5) Se existe apenas uma lança no grupo dos Bari Baris - a leve, como pode existir uma segunda lança - a pesada - para os Bari Baris Capitães? Suas escritas apontam existir apenas UMA LANÇA, mesmo sabendo que possa existir várias delas no covil.

Não tenho certeza de sua colocação, apesar de ser boa. Precisamos analisar melhor. Pois assim, um Bri Bari Capitão pode ter algumas meias sobre seu controle e cada meia possui 6 Bari Baris, sendo 1 destes um Bari Bari Chefe. Talvez possamos explicar melhor como a lança pode ser adquirida por um Capitão. O que acha? Compreendo que ao olhar a tabela do Capitão sem a Lança pesada ele seria fraco. Realmente ele precisa de uma melhor nivelação dos danos. Aumetar o dano da cabeçada e do combate desarmado. Apesar que tenho a impressão que os danos foram definidos conforme as regras. Verificarei.

T.REX escreveu:
4.6) Afinal, qual o propósito das brigas entre os Bari Baris? Ser um Bari Bari Chefe ou Bari Bari Capitão? Irrelevante para o jogador.

Criaturas de Baixo intelecto, apaixonados pelas Bariras que observando estas loucas pelo Bari Bari Capitão. Totalmente relevante ao contexto!

T.REX escreveu:
4.7) Até o momento nada do conceito da palavra Girinona e novamente coloca uma relação dos Bari Baris Capitães com a Barira Gerinona (ler item 1.1). Se ela é uma criatura rara, eles morrerão na secura. Irrelevante para o jogador.

Não entendi o seu morrer na secura. Elas podem Não existir em quantidade tão ampla quanto Bari Baris e Baririas, mas talvez algo próximo a Rainhas Víboras. Será que devemos explicar isso?
E outra, o primeiro texto do verbete é Rainha Víbora, e lá constam todas as referências a sua próle. Não tenho culpa do sistema imprimir por estágio.


5) Barira Girinona:
T.REX escreveu:
5.1) Enfim, o significado da palavra GIRINONA. Me corrija se eu estiver errado: Se as Bariras Girinonas fazem parte do grupo da Meia-idade (entre Maturidade e Velhice), então a Rainha Víbora pertence a Maturidade. As Bariras Comuns pertencem a Juventude? Se sim acho pesado a Defesa delas ser um L4.

Pera ai, as Rainhas Víboras são únicas e já nascem sendo Rainhas Víboras. As Bariras e Girinonas nunca serão uma Rainha Víbora.
A armadura é gerada automaticamentebpelo sistema, acho que tem haver com o peso, ou alguma outra variável, não lembro mas era algo assim. Na época também considerei alto, mas é a característica dela, ficou velha e mais forte. Tipo os humanos que ficam velhos e sábios.

T.REX escreveu:
5.2) Como uma Barira Girinona pode se tornar amigável no interior de uma vila se o passado dela é temperamental? Obviamente será mais rude no transcorrer do seu envelhecimento.

Pois elas esperam que a chamem de Girinona para que no final da noite tenhamo ato consumado. Ta no texto. Fora isso é opinião únicamente sua, achismo individual, não misture com a razão da criatura. Sacou?

T.REX escreveu:
5.3)
Citação:
Apesar de seu passado, são criaturas bastante quistas em vilas do interior destas Terras Selvagens, pois são dóceis e amigáveis quando há reciprocidade. Adoram sentar para tomar um vinho ou alguma bebida local, jogar cartas, rolar dados, contar histórias e quando sentem-se acolhidas, visitam as vilas trazendo uma bela caça. Quando nas vilas, não incomodam-se em ser chamadas de Girinona, todavia há um preço para tal intimidade, ao final da noite aqueles que ousaram brincar com ela devem pagar com uma bela noite de prazeres.
Que Girinona danada!!! Sugiro trocar a palavra quista por adorável. Quero lembrar que muitos leitores não conhecem o sinônimo do termo. Entretanto, mais um ponto irrelevante para o jogador.

Termo substituído. E ai encontra-se a explicação do tópico 5.2.

T.REX escreveu:
5.4) Como uma Girinona pode ser companhia de Barira ou receber missões se as bestas de meia idade gastam seu tempo jogando baralhos e dados no interior de vilas? Irrelevante para o jogador.

Acho que misturou termos na primeira oração. Não entendi direito, desculpe!
Elas são assim ué, são velhas e gostam de jogar, beber e comemorar a vida. Adquirem seus tesouros diferente de quando eram jovens, e continuam totalmente fiéis às Rainhas Víboras. As Girinonas foram inspiradas em uma pessoa real que na juventude foi garota de programa.


6) Rainha Víbora:
T.REX escreveu:
6.1) Seguindo seu trabalho, enfim a Rainha Víbora.
Citação:
Sua pele e escamas são extremamente resistentes ao fogo e ao frio. Contudo não recusam um belo cobertor quentinho.
Irrelevante para o jogador.

Nesta oração apresenta que Rainhas Víboras não teriam problema em estar em áreas bastante frias ou em vulcões. Mesmo não sendo a intenção. Será realmente irrelevante!?

T.REX escreveu:
6.2)
Citação:
Sua beleza não se vai com o passar dos anos, continuando tão belas quanto jovens.
Então as Bariras Girinonas São lindas tão quanto a Rainha Víbora, já que estão acima da Maturidade?

Isto está explicitado no texto? Uma girinona é bonita como uma mulher obesa conforme sua idade. E somente no texto da Rainha Víbora há a colocação de que sua beleza não se vai com o tempo, não no da Girinona. Pergunta meio confusa. Compreendido? Será que há anecessidade de adicionar o texto da Girinona que ela não mantém a beleza conforme a rainha? Irrelevante!

T.REX escreveu:
6.3)
Citação:
Apesar se sua baixa inteligência são extremamente capazes no aprendizado de novos idiomas, podendo manter-se à distância apenas efetuando a leitura labial e assim, assimilar em tempo recorde uma nova língua.
Com essa facilidade de aprender línguas, acho que merecia ter um Intelecto normal, e não baixa inteligência.

Anotado. Penarei em como mudar isto sem influenciar na criatura, pois intelecto favorece várias variáveis. Mas lembre-se, ser inteligente não representa que uma pessoa possui aptidão para aprender algo, ou líinguas.

T.REX escreveu:
6.4)
Citação:
(...) Suas unhas crescem, transformando-se em garras e seus dentes mudam de forma semelhante à de uma cobra, contendo um poderoso veneno.
Precisa especificar o tipo do Veneno.

Ok. Mas isso não seria referênta a Venefício(9)?

T.REX escreveu:
6.5)
Citação:
Eruditos relatam que sua gênesis provem de uma antiga lenda...
Mais uma lenda...

Tais criaturas hão de ser lendárias né!

T.REX escreveu:
6.6)
Citação:
uas tocas não são lugares para qualquer aventureiro, visto que em um raio de 1 km há uma grande quantidade de cobras e internamente há sempre grupos de 6 Bari Baris, sendo outros grupos efetuando a ronda. Logo ao amanhecer as Bariras são tocas de suas toca, devendo retornar somente quando munidas de pertences para sua Rainha. Enquanto as Girinonas são consideradas boas companhias, e raramente recebendo missões.
Bariras são tocas de suas tocas? Não entendi. Me parece também um ponto irrelevante para o jogador.

"Bariras são tocadas de suas tocas?" Corrigido.
Reclamação anotada, mas preciso de explicação da irrelevância à fundo, por qual motivo é irrelevnte explicar algo que faz parte de todo um contexto? Eu conheço pessoas que logo cedo a mãe a manda ir para rua arranjar serviço e fazer dinehiro, gritado às 6 da manhã se necessário. Faz parte do contexto do ser e do texto.

T.REX escreveu:
6.7)
Citação:
Para se alimentar, saem do ninho com sua prole de Bari Baris.
Quantos Bari Baris acompanham a Rainha Víbora para caça? Pergunto isso porque para um combate é importante saber.

Depende do MJ. Um grupo de Orcos é definido em quantidade? Não lembro. A iformação presente é que cada meia possuí 6, mas daí vai de cada covil.

T.REX escreveu:
6.8)
Citação:
Os Bari Bari aproveitam os saques para se equipar...
Como, se o interesse parece ser somente o porrete?

Porrete, lança do Chefe e Lança encontrada para o Capitão, sem falar da armadura de couro levedo Capitão e o escuro pequeno do Chefe.
Essa frase sim seria irrelevante, mas apresenta uma eplicação de várias de suas perguntas.

T.REX escreveu:
6.9)
Citação:
Pedras preciosas são itens de extremo valor para uma Rainha Víbora, sendo que a Barira capaz de ofertar uma bela joia será presenteada com dias sem tarefas.
Aqui volto a destacar: Mas e a Barira Girinona? Não dará ordens as estas Jovens Bariras? Irrelevante para o jogador.

Mesma coisa d euma pergunta acima, e o texto foi corrigido para evitar tal conflito. Pode ser irrelevante para o jogador, mas a explicação de como haveria uma BArira dentro da toca de uma Rainha Víbora durante o dia, visto que são tocadas do local logo cedo.


T.REX escreveu:
Resumindo: o trabalho não possui introdução. Existem muitos pontos sem importância para o jogador, deixando para trás o real foco que é a Rainha Víbora. Uma mulher Madura, porém misturada com mais duas bestas progenitoras: as Bariras Jovens e Girinonas. Esta última com valor irrisório, pois no meu ponto de vista, não trás benefício a Rainha Víbora. Então vem a questão: tomar conta da prole? Não acho necessário. Serpentes por si só já se tornam independentes desde o surgimento. Sobre as lendas, use apenas uma para a atração principal e não para os bichos secundários.

A introdução conforme mencionado é o texto da rainha víbora e não encontra-se no topo devido ao sistema que ordena por estágio.
Não entendi a colocação "deixando para trás o real foco que é a Rainha Víbora". Acredito que ela foi confeccionada conforme solicitações contidas no tópico.
A Girinona junto ao Bari Bari Capitão são os generais de uma Rinha Víbora, sendo as criaturas mais fortes fora a principal. Sem benefício ou deve-se colocar criaturas inúteis?
Serprentes não são seres sequer humanóides, e se quiser ode-se interpretar o texto quando a primeira cobra dormiu com o ser que amava, ela nunca abandonaria aqueles filhotes. Precisa ser desenhada a interpretação?
Há duas lendas e um conto, são coisas difeentes e aparentam necessidade de estar no verbete. Faça o seguinte, releia o texto sem ler as lendas e diga quanstas dúvidas mais hão de surgir? Se respondi dúvidas referentes a presença destes textos, imagine sem eles.
A Lenda od Bari bari Capitão se faz presente, para explicar todo o contexto dos Bari baris, ou discorda?
E quado falamos na pesudo lenda no texto da Rainha Víbora, é de qualiabos veio a criatura para que não tenha relação com a Equídina.

T.REX escreveu:
Estarei à sua disposição para maiores esclarecimentos. E por favor: não me interprete mal.

Digo o mesmo.

T.REX escreveu:
Tendo em conta a disponibilidade de vocês, opinem. Apresentem suas críticas construtivas.

Precisamos de mais opiniões. Afinal de contas, os comentários são maiores que os próprios textos.

Dúvidas?
Eu tenho uma, será que a Rainha Vibora alterar a cor do cabelo necessita de adicionar alguma magia para tal ou pode ser considerado característica da raça?

Outra, será que deve-se criar mais criaturas fora do minimundo provenientes da Rainha Víbora?
#25 Flores Enviado : 21/03/21 17:58
Atualizações:
Bari Capitão
Dano base da lança pesada corigido 52 > 40;
Alteração na armadura utilizada Couro leve > Couro Rígido;
Absorção alterada 8 > 12;
Ataque cabaeçada com alteração na proficiência 3 > 4;
Recebeu proficiência em Lança Leve 2.

Bari Bari Chefe
Dano de Lança leve corrigido 20 > 16;
Proficiência de porrete ajustada 1 > 2;
Recebeu um ponto de defesa extra 0 > 1.

Barira
Dano base de Garras ajustado 8 > 16.
#26 T.REX Enviado : 22/03/21 02:47
Que bom ter retornado, Lord Flores.
Aguardo um bom trabalho.

Sds. vegetarianas,
Tiranossauro Rex
#27 Flores Enviado : 23/03/21 13:23
Atualizações:
A referência a Lança leve no texto foi substituída por Clava.

Bari Bari Chefe
Retirada de lança leve proficiência 2;
Adição de clava proficiência 2;

Bari Capitão
Retirada de lança leve proficiência 2;
Adição de clava proficiência 2;
#28 T.REX Enviado : 25/03/21 15:35
Srs.

Alguma palavra a respeito das novas escritas desta criatura?

No aguardo.
#29 Flores Enviado : 25/03/21 21:43
Verbete atualizado conforme os tópicos citados e na medida da razoabilidade e impessoalidade.

Solicito abertura para votação.
#30 T.REX Enviado : 06/04/21 17:54
Lord Flores,

Gostei do que li. Agora o texto possui uma introdução da criatura principal. Show! Applause Applause Applause

Entretanto, ainda encontro frases irrelevantes para os jovens aventureiros, como:
Citação:
"Apesar se sua baixa inteligência são extremamente capazes no aprendizado de novos idiomas, podendo manter-se à distância apenas efetuando a leitura labial e assim, assimilar em tempo recorde uma nova língua."

Estranho a criatura possui baixa inteligência e possuir uma habilidades de várias línguas. Além do mais, para o MJ, que irá controlar a besta, não fará diferença a essa habilidade contra os Heróis.
Citação:
"Sua pele e escamas são extremamente resistentes ao fogo e ao frio. Contudo não recusam um belo cobertor quentinho."

Sugiro tirar "Contudo não recusam um belo cobertor quentinho". Por isso disse irrelevante.

Citação:
"Quando há duas luas cheias no céu, ocorre um raro fato, duas Rainhas Víboras unem-se por alguns dias em prol de sua reprodução, atacando assim grandes grupos de viajantes. Sendo que desta parceria, uma delas ficará incumbida em proteger toda a prole até que tenham maturidade enquanto a outra seguirá viagem. Confiam extremamente em Girinonas, para que cuidem de sua prole."

Think Estou pensativo com relação as luas cheias no céu. Não encontro no Grande Calendário de Tagmar. Com relação as duas Rainhas juntas, por que existiria duas delas num único covil? E que utilidade teria a segunda de ficar coma prole se as Girinonas já cuidam, sendo boas companhias (Eh? estranho Girinona ser uma boa companhia)? Sugiro excluir a segunda Rainha Víbora.

Citação:
Suas tocas não são lugares para qualquer aventureiro, visto que em um raio de 1 km há uma grande quantidade de cobras e internamente há sempre um grupo de 6 Bari Baris, conhecido como meias, sendo outros grupos efetuando a ronda. Logo ao amanhecer as Bariras são tocadas de suas toca, devendo retornar somente quando munidas de pertences para sua Rainha. Enquanto as Girinonas são consideradas boas companhias, e raramente recebendo missões.

Barira tocada de sua toca? E que pertences interessariam para a Rainha Víbora sem ser carne de viajantes? Ela se interessa por tesouros? Segundo seu texto ela mesma caça suas vítimas. Parece-me que seus Bariras também caçam viajantes a procura de fortunas. E mais: se um Barira consegue uma jóia muito cara, não vai trabalhar? Se no meu jogo, você sendo o meu MJ, mata o meu personagem numa luta com uma Barira e leva uma joia minha rara, de extremo valor, do meu bolso, não me interessa se essa criatura vai ou não trabalhar. Por isso volto repetir: tem muita coisa irrelevante nessas escritas.

Flor, seu texto melhorou. Mas existem pontos que parecem National Geographic Fictício. Para os jogadores, não importa o que rola dentro do covil sem a presença deles, como quem manda ou desmanda, a relação sexual entre eles, se faz boa companhia ou não entre os monstros. Além do mais, a ideia do tópico é criar um adversário hostil com relação aos aventureiros e as vilas. E não NPCs (existem três deles que eu conheço: os vilões [que não é o seu caso], os aliados e os genéricos]. Você está criando uma Girinona adorada pelas vilas próximas. Uma Girinona totalmente fiel a Rainha Víbora. Como pode? A sua Gerinona é, na verdade, - um NPC Genérico; uma figurante.

Também elabore títulos para suas criações secundárias. Há monstros seus sem título algum.

Me perdoe, mas não levarei para votação ainda.

Sds. paleontólogas,
Tiranossauro Rex.

Usuários visualizando este tópico
Guest (8)
2 Páginas 12>
Ir para o Fórum  
Você não pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você não pode responder a tópicos deste fórum.
Você não pode excluir suas participações deste fórum.
Você não pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você não pode votar em enquetes neste fórum.

YAFPro Theme Created by Jaben Cargman (Tiny Gecko)
Powered by YAF | YAF © 2003-2009, Yet Another Forum.NET
LGPD (Lei Geral de Proteção a Dados): o site do Tagmar usa a tecnologia de cookies para seu sistema interno de login e para gerar estatísticas de acesso. O Tagmar respeita a privacidade de cada um e nenhuma informação pessoal é armazenada nos cookies. Ao continuar a navegar pelo site você estará concordando com o uso de cookies.